Pinturas

Descrição da pintura de Camille Pissarro “Montmartre Boulevard in Paris”

Descrição da pintura de Camille Pissarro “Montmartre Boulevard in Paris”


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

O artista impressionista, Pissarro, dedicou muita energia à arte. Ele descreveu a natureza e o mundo ao seu redor simples e vivo. Para ele, as impressões do que viu foram importantes, o que fez o artista pintar a mesma paisagem várias vezes. Ele descreveu a área em diferentes momentos do dia e estava ansioso para transmitir as mudanças provocadas pelas mudanças de estação.

Especial nesse sentido foi uma série de desenhos que descreviam as avenidas de Paris. Pissarro se afasta da tradição, recusando-se a pintar monumentos arquitetônicos tão amplamente conhecidos no mundo. Ele deseja transmitir a vida real de Paris, retratando a cidade como um meio da existência humana.

Montmartre Boulevard atrai com a sua vivacidade. O artista procurou transferir a vida através do movimento. Ele evita o acinzentado e macio dos tons na imagem de Paris. Ele é atraído pela vida que fervilha na avenida, o eterno movimento de pessoas, que confirma o avanço de toda a humanidade no caminho para o futuro.

A avenida, como a cidade, mostra-se cheia e pulsante, causando associações com o movimento do sangue no corpo humano. Movimento é vida. O movimento cessa - a vida congela. Capturado pelo movimento da avenida, o espectador não pensa mais na normalidade do retratado.

A inquietação que o artista transmite na tela compõe uma atmosfera especial de charme. Sente-se a admiração do autor pelo que viu, mas sua capacidade de refletir não apenas o que viu, mas também os sentimentos presentes, é impressionante.

Uma série de pinturas apresentará a avenida aos olhos do espectador em todos os momentos: na neblina da manhã, ainda bastante sonolenta, banhada pelo sol e afundada em um dia chuvoso, no crepúsculo da noite e sob a luz das estrelas. A avenida sempre permanece encantadora e vibrante, capaz de surpreender o artista e o espectador.

Um motivo claro e compreensível nos permitiu obter uma composição clara: ruas que se afastam e não mudam de imagem para imagem.





Menina com pintura de pêssegos


Assista o vídeo: HISTÓRIA DA ARTE com MARCIO PETRONI - IMPRESSIONISMO - CAMILLE PISSARRO (Pode 2022).