Pinturas

Descrição da pintura de Nikolai Dubovsky “Quiet”


A pintura Silenciosamente pertence ao pincel do pintor russo N. Canvas foi pintada em 1890.

De acordo com o plano do artista, a atenção principal do espectador era se concentrar no elemento água em fúria. A imagem deveria perturbar e, ao mesmo tempo, despertar a curiosidade do espectador. O resultado final excedeu todas as expectativas do artista.

O lugar central na tela é reservado para nuvens de trovoada, espessadas sobre o mar da tarde. As bordas inferiores das nuvens já estão cobertas pela escuridão que precede um grande furacão. As partes superiores das nuvens ainda estão brancas. Eles são bem iluminados pelo sol poente e refletidos nas águas negras do mar.

A situação na imagem sugere que a tempestade está se aproximando a cada segundo, seu início é inexorável. É impossível impedir o que a natureza tinha em mente, porque as pessoas que congelaram em um barco tentando chegar à costa não têm escolha a não ser esperar.

Um pequeno navio quase não se nota no fundo das sombras projetadas por um céu estrondoso. A costa para a qual se esforça tão teimosamente ainda está longe, o que força o espectador a sentir medo animal de uma tempestade que se aproxima e o desconhecido que promete a quem não teve a sorte de estar em um barco remoto e experimentar a revolta da natureza por si mesmo.

As nuvens de trovoada são tão grandes que parece que existem separadamente da tela e estão prestes a se libertar para explodir com trovões e chuva sobre a cabeça de um espectador gape.

No primeiro plano da imagem está o mar, enquanto o fundo da tela é uma fina faixa de terra com a cidade localizada nela. Apesar do fato de que quando a pintura foi usada em tons escuros, a tela resultante não parece sombria, o que, de fato, manifestou um notável talento do artista.





Monet Haystack


Assista o vídeo: The restoration of an Emma Gaggiotti Portrait - Narrated Version (Janeiro 2022).