Pinturas

Descrição da pintura de Ilya Mashkov “Natureza morta com um samovar”


A pintura do artista russo se distingue por sua interessante combinação de objetos nos quais um significado verdadeiramente complexo está oculto. Explicar a combinação de objetos e sua simbolização é a principal tarefa de não apenas uma pessoa que está tentando entender esse significado, mas também do artista. A natureza morta retrata itens domésticos usados ​​por uma pessoa simples - um samovar e um lubrificador, dando à imagem um sabor e calor especiais, e um prato brilhante de porcelana e frutas simbolizam alegria e festividade, a capacidade de apreciar pequenas coisas. Há outro detalhe muito interessante na imagem, que se torna objeto da ambiguidade da imagem e de sensações incompreensíveis. Um objeto tão incomum era um crânio, simbolizando carga e mortalidade, e um espelho, localizado em uma natureza morta, mostra que nada dura para sempre e que o mundo passa por mudanças. Esses sentimentos e percepções que surgem à primeira vista necessariamente mudam, especialmente se olharmos para essa natureza morta. A imagem é de particular interesse também nisso, dependendo do que aparece e da imagem ser formada.

Em contraste com objetos como uma caveira e um espelho, o artista foi capaz de transmitir cores ricas e humor através de uma combinação de várias paletas. O artista, que conseguiu parar esse momento e capturar a imagem, conseguiu alcançar o infinito e a eternidade. Olhando para a foto, você sempre pode admirar e abrir uma natureza morta de uma nova maneira. A singularidade desta obra-prima reside no fato de revelar cada vez mais facetas, deixando às pessoas apenas as questões filosóficas da mortalidade da vida.





Pinturas de Bruegel


Assista o vídeo: Photoshop para tatuadores - 03 Corrigindo imagem #1 (Janeiro 2022).